• Sri Aurobindo

O DESENVOLVIMENTO DO HOMEM ESPIRITUAL


Espiritualidade é algo diferente de intelectualidade; seu aparecimento é o sinal de que um Poder maior do que a mente está lutando para emergir a seu tempo.

É inteiramente verdadeiro que, para uma visão de superfície, a vida parece ser apenas uma operação da Matéria, a mente uma atividade da vida, e poderia parecer que em consequência disso o que nós chamamos alma ou espírito é apenas um poder das faculdades mentais, a alma uma forma mais sutil da mente, a espiritualidade uma atividade elevada do ser mental corporificado. Mas esta é uma visão superficial das coisas, devida ao fato de o pensamento se concentrar sobre a aparência e processo, não observando o que está por trás do processo. Poder-se-ia também, seguindo a mesma linha de raciocínio, ter concluído que a eletricidade é apenas um produto ou operação da matéria da água, tem ao contrário a energia da eletricidade como sua base, seu poder ou energia-substância constituinte: aquilo que parece ser o resultado é – na realidade do fenômeno, embora não em sua forma – a origem; o efeito encontra-se na essência, pré-existente à causa aparente, o princípio da atividade emergente precedendo seu presente campo de ação. Assim, ocorre por toda a Natureza evolucionária; a Matéria não poderia ter-se tornado animada se o princípio da vida não estivesse lá, constituindo a Matéria e emergindo como um fenômeno de vida-na-matéria; a vida-na-matéria não poderia ter começado a sentir, perceber, pensar, raciocinar, se o princípio da mente não tivesse estado lá, por trás da vida e da substância, constituindo-a como seu campo de operação, e emergente no fenômeno de uma vida e corpo pensantes: assim também a espiritualidade, emergindo na mente, é o sinal de um poder que, ele próprio, fundamentou e constitui a vida, a mente e o corpo, e está agora emergindo como um ser espiritual em um corpo vivo e pensante. Até onde este emergir irá, se ele se tornará dominante e transformará seu instrumento, é uma questão subsequente; mas o que é necessário estabelecer primeiro é a existência do espírito como algo diferente da mentalidade, e do ser espiritual, portanto, como algo distinto do ser mental: o espírito é uma emersão evolucionária final, porque é o elemento e fator involucionário original. A evolução é uma ação inversa da involução: o que é uma derivação última e final da involução é o primeiro a aparecer na evolução: o que era de origem e primevo na involução é, na evolução, a última e suprema emersão.

A Espiritualidade é um despertar progressivo para a realidade interna de nosso ser, para um espírito, em si, uma alma, que é diferente de nossa mente, vida e corpo. É uma aspiração interior a conhecer, a entrar em contato e união com a Realidade maior que está além, a qual também preenche o universo e habita em nós, e, como resultado dessa aspiração, desse contato e dessa união, uma virada, uma conversão, o nascimento rumo a um novo ser.

Vida Divina – Sri Aurobindo

#autoconhecimento #humanidade #Divino #Natureza #YOGAINTEGRAL #SRIAUROBINDO #Homem #Síntese #VidaDivina

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo