• Sri Aurobindo

BASES DA SADHANA


Quando se está em busca do Si impessoal, este movimento se dá entre dois princípios opostos – o silêncio e a pureza do Atman inativo impessoal, e a atividade da Prakriti ignorante. Pode-se entrar no Si deixando a natureza ignorante ou reduzindo-a ao silêncio. Ou então pode-se viver na paz e na liberdade do Si e observar a ação da natureza, como uma testemunha. Pode-se mesmo, por tapasaya, exercer algum controle sátvico sobre a ação da Prakriti, mas o Si impessoal não tem poder para mudar o divinizar a natureza. Para isto tem-se que ir além do Si impessoal e procurar o Divino que tanto é pessoal como impessoal e está além destes dois aspectos. Se, entretanto, você praticar o viver no Si impessoal e puder alcançar uma certa impessoalidade espiritual, então você crescerá em igualdade, pureza, paz, desapego, você adquirirá o poder de viver em uma liberdade interior não atingida pelo movimento da superfície ou pela luta da natureza mental, vital e física, e isto será uma grande ajuda quando você tiver que ir além do impessoal e mudar também a natureza perturbada em algo divino.

Quanto à oferenda das ações ao Divino e à dificuldade vital que ela provoca, não é possível evitar a dificuldade – você tem que passar por ela e conquistá-la. Pois no momento em que você fizer essa tentativa, o vital surgirá com todas as suas imperfeições inquietas para se opor à modificação. Contudo, há três coisas que você pode fazer para aliviar e diminuir a dificuldade.

  1. Desprenda-se desse físico-vital: observe-o como algo que não é você; rejeite-o, recuse-se a consentir com suas pretensões e impulsos, mas quietamente, como o Purusha-testemunha cuja recusa de aprovação deve finalmente prevalecer. Isto não deve ser difícil para você, se você já aprendeu a viver cada vez mais no Si impessoal.

  2. Quando você não estiver nessa impessoalidade, use no entanto sua vontade mental e seu poder de consentimento ou recusa – não em uma luta dolorosa, mas da mesma forma, quietamente, rejeitando as pretensões do Desejo até que elas, por perderem a aprovação e o consentimento, percam sua força de repetição e se tornem cada vez mais fracas e externas.

  3. Se você tomar consciência do Divino acima de você ou em seu coração, peça ajuda, luz e poder de lá para mudar o próprio vital e, ao mesmo tempo, insista com este vital até que ele próprio aprenda a orar pela mudança.

Finalmente, a dificuldade será reduzida as suas menores proporções no momento em que você puder, pela sinceridade de sua aspiração ao Divino e de sua entrega, acordar em você o ser psíquico (o Purusha no coração secreto), de modo que ele venha para a frente permaneça na frente e derrame sua influência em todos os movimentos da consciência mental, vital e física. O trabalho de transformação ainda ficará por fazer, mas a partir desse momento não será mais tão difícil e doloroso.

MORE LIGHTS ON YOGA – Sri Aurobindo.

Tradução: Casa Sri Aurobindo

#SRIAUROBINDO #Síntese #YOGAINTEGRAL #Homem #sadhana #Divino

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo