• Satprema

VIAGEM À ÍNDIA


A natureza do Espírito transcende tempo, espaços, culturas e crenças. Foi isso que senti quando pisei em solo indiano pela primeira vez. Parecia já estar lá, parecia que nunca deixei de estar lá. A Índia e todas as suas cores, aromas, gestos, ritos, deuses, feições e mantras sempre me encantaram e facilmente chegaram em meu coração. Nunca soube explicar racionalmente essa ligação, mas pude senti sua força em minha jornada de reencontro a nossa terra. Nossa, isso mesmo, porque lá e aqui é nosso, e mais que isso, somos a Índia, Brasil e tudo mais. Não há separação, tudo é Realidade, nossa Verdade. E como entender as diferenças? pobreza e riqueza, crenças e ascetismo, uno e deuses. A Realidade é uma só, aqui, na Índia, na Lua ou no Sol. A dualidade em que vivemos no ego separatista é que nos faz dividir o que é UM. Mas dentro desse UM, há vários. Até mesmo dentro de nós, há vários de nós. O que precisamos aprender é a reconhecer e viver os vários dentro desse UM. É saber que cada um dos vários tem um papel importante dentro do processo evolutivo dos seres e suas consciências. A Natureza vive entregue a esse processo, naturalmente, e faz esforço na medida do necessário, descansa e retorna e se refaz quando solicitada. Dentro daquele Universo chamado Índia, onde se pode ver e sentir tudo e o Todo, pude deixar de lado muitas crenças negadas e afirmar todas as possibilidades que trazemos, pude ter certezas, que ainda não são Certezas Absolutas, mais passos para descobertas e florescimentos. Na Vida, na Morte e nos Sonhos, quero poder viver essa Índia que já conheço, já sinto e já sou. Quero fazer da minha alma um espaço aberto para essa Alegria, Paz e Amor que lá senti, sinto e sempre busquei. Mas não é só lá. Aqui e aonde for, quero levar sua Energia, seu Espirito e suas Cores.

#Índia #VidaDivina #viagem #YOGAINTEGRAL

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo